14.8.16

✖ "O Funk é o meu foco", diz MC Milk a nova aposta do funk

Parece que o funk chegou pra ficar. E a cada dia que passa novos MC's são lançados no mercado musical e foi vendo uma apresentação da Tati Zaqui num show em Brasília, que descobri o MC Milk. Para quem ainda não conhece, ele se chama Victor Hugo, tem 18 anos de idade e é natural de Brasília. Foi ouvindo MC da Leste que ele despertou interesse no gênero e resolveu se entregar no ramo com o nome artístico MC Milk. Conheça mais sobre Milk e seus projetos na entrevista abaixo:


- Como surgiu a vontade de cantar funk?
MC Milk: Surgiu desde a primeira vez que eu escutei funk da minha vida. Todo garoto tem o seu sonho de ser jogador de futebol, e comigo não era diferente. Quando ia para escolinha de futebol com meus amigos, nós íamos escutando música, e uma vez tocou a música do MC da Leste, a partir daí surgiu o interesse e comecei a pesquisar o que era funk.

- E você se lembra desse primeiro funk que escutou?
MC Milk: Sim, como disse era do MC da Leste e a música era "Quem é essa mina de vermelho".

- E de onde surgiu "Milk"?
MC Milk: Há muito tempo atrás na época da escola, ainda estava no ensino fundamental e meus amigos colocaram esse apelido em sala de aula.

- E qual o significado deste apelido?
MC Milk: Vem do meu nome mesmo, Victor Hugo Leite dos Santos, e quando a professora ia fazer a chamada falaram Milk, e pegou. Passei a usar nos perfis das minhas redes sociais, e todo mundo passou a me chamar assim.


 - Li que um produtor recusou gravar um funk seu porque não era "funk putaria". Você não curte este estilo de funk?
MC Milk: Não é que eu não curta, é algo que eu não quero cantar. Quando entrei a primeira vez no estúdio lá em Brasília, meu assessor estava comigo. Fomos mostrar minha música de trabalho e este produtor notou que na música não tinha putaria, e logo em seguida ele alegou que o que faz sucesso hoje em dia é putaria. E daí ele recusou a produzir minha música.

- Vejo que você é seu assessor são muito amigos. De onde vem essa amizade?
MC Milk: Ele era meu líder na igreja, temos uma ligação muito forte. Ele disse pra mim que só compraria o meu sonho se eu não cantasse putaria e se não me envolvesse com drogas e bebidas.

- Geralmente vem acontecendo com alguns cantores que largaram o título de "MC" e migraram para o Pop. Você tem essa vontade?
MC Milk: É algo a se pensar, mas hoje o meu foco é o funk.


- E a sua história com a Tati Zaqui? Quero saber mais disso:
MC Milk: A primeira vez que subi num palco foi graças a ela. Ela foi fazer um show lá em Brasília e por intermédio de um amigo ela ouviu minha música e gravou um áudio cantando esta música. Neste show que ela fez ela me chamou até o palco para cantar, daí surgiu nossa amizade.

- Daí surgiu também a ideia de homenageá-la?
MC Milk: Sim, depois que me apresentei com ela, fiz como forma de agradecimento por ter sido tão gentil comigo.

- E o que ela achou da homenagem?
MC Milk: Ela super curtiu, quando subi no palco pela segunda vez num show dela, já foi cantando esta música. O que me surpreendeu foi que ela já sabia cantar a música, fiquei muito feliz.

- E além do funk tem outro estilo de música que você curte?
MC Milk: Olha sou muito eclético, mas o que realmente tenho escutado ultimamente é funk mesmo.



- Tem algum funkeiro que você ouve com frequencia?
MC Milk: Tem sim, MC Guimê.

- A música é?
MC Milk: Tudo pra mim.

- Tati Zaqui representa?
MC Milk: Humildade.

- Na sua playlist não pode faltar?
MC Milk: Não pode faltar funk.

- Reconhecimento dos fãs é?
MC Milk: Realização de coisas que eu sempre sonhei.

- O MC Milk é?
MC Milk: Um sonhador.

- Finalizando a entrevista deixe uma mensagem para os leitores do meu blog, e para os seus fãs que te acompanham:
MC Milk: Gente estou muito feliz, mas muito feliz mesmo de ter conhecido o Mario Brito. Desejo tudo de bom para todo mundo que conferiu esta entrevista. E também quero aproveitar o espaço para agradecer quem acompanha meu trabalho, e dizer que se faço tudo isso não é só pelo dinheiro, e sim pelo meu sonho.


Fotos: Letícia Amorim
Local: Beco do Batman - Vila Madalena/São Paulo

Agradecimentos: Leo Brito
PS: Entre na página do facebook "Blog do Mario Brito" para quem quiser ver mais fotos exclusivas desta entrevista. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Blog do Mario Brito - Todos os direitos reservados.
Layout criado por: Julia Villela.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo